Caio Prado Jr. e a nacionalização do marxismo no Brasil

Portada
Departamento de Ciencia Política da USP, 2000 - 253 páginas
Este livro de Bernardo Ricupero faz uma escolha na contracorrente dos tempos atuais: diante de 'razões mais políticas do que intelectuais' que de certa forma norteiam contemporaneamente críticas dirigidas a autores como Sérgio Buarque de Holanda, Gilberto Freyre e Caio Prado Jr, analisa a obra caiopradiana para demonstrar que se trata de uma bem-sucedida fusão da teoria marxista com a análise da realidade brasileira. Mantendo o necessário espírito crítico, procura demonstrar que a interpretação caiopradiana não somente realiza utilização não-dogmática das contribuições teórico-analíticas do marxismo, como, e por isso mesmo, encontra-se impregnada de sensibilidade e rara originalidade na compreensão das dimensões particulares e concretas de nossa trajetória histórico-social.

Dentro del libro

Comentarios de la gente - Escribir un comentario

No encontramos ningún comentario en los lugares habituales.

Contenido

A transição entre Colónia e Nação
160
A Nação
195
O que está vivo e o que está morto
229
Derechos de autor

Otras 1 secciones no mostradas

Otras ediciones - Ver todas

Términos y frases comunes

Información bibliográfica